Com o intuito de entregar o resultado do “2º Seminário de Mobilidade Urbana, Segura e Sustentável – Rodovias que Perdoam”, a Abeetrans, representada pelo presidente executivo Silvio Médici, juntamente com outros membros da associação reuniu-se na última semana com o Secretário Executivo de Transportes Terrestres do Ministério da Infraestrutura, Marcello da Costa e também com Jerry Dias, diretor geral do Denatran (Departamento Nacional de Trânsito).

O encontro, realizado na sede do Ministério em Brasília, foi promovido pelo Observatório Nacional de Segurança Viária e contou com a presença, além da Abeetrans, de outros patrocinadores e apoiadores do 2º Seminário, que aconteceu na capital federal em setembro último.

A intenção foi apresentar todas as propostas colhidas entre os técnicos e especialistas participantes dos seis painéis do Seminário e criar uma agenda 2020/2030 para que as proposições realmente saiam do papel e venham tornar as rodovias mais seguras a todos os usuários, sejam eles pedestres, condutores ou passageiros.

Para o Secretário, é fundamental essa congregação de esforços do poder público, iniciativa privada e da sociedade civil organizada para alcançarmos a cultura da segurança viária. “O papel da SNTT é elaborar políticas públicas para destravar os gargalos do setor de transporte terrestre e de trânsito. Para executar essa importante tarefa precisamos do apoio da sociedade civil organizada. Não precisamos ser a origem das boas ideias. Nosso papel é identificar para qual problema ela se aplica”, disse o Secretário.

Segundo Médici, essa foi uma excelente oportunidade para apresentar a Abeetrans ao Governo e abrir um canal de comunicação entre o poder público e a associação. “O encontro foi muito produtivo. Temos a certeza que está sendo construído um novo modelo de relacionamento entre o Ministério, o Denatran, o mercado da infraestrutura rodoviária do país e a sociedade”, afirmou Silvio.

Na ocasião, Silvio também entregou ao Secretário Marcelo e ao diretor do Denatran, Jerry Dias três recentes trabalhos da Abeetrans: o book da pesquisa de opinião pública realizada recentemente pela entidade sobre os controladores eletrônicos de velocidade, em oito capitais e que entrevistou mais de 6.400 condutores e pedestres, concluindo que quase 80% dos brasileiros aprovam os radares nas rodovias e também nas ruas do país; um estudo evidenciando a eficiência dos radares na segurança viária com dados do DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes) e PRF (Polícia Rodoviária Federal) compilados pela Abeetrans e também o resultado do projeto de sinalização viária das rodovias federais chamado Programa BR LEGAL, um trabalho que salva vidas e economiza recursos do governo federal.