São Paulo, 23 de novembro – A ONG Trânsito Amigo, que reúne parentes e amigos de vítimas do trânsito, comemorou na quarta-feira (21) dez anos de atividades. Além de um simpósio com o tema “O Papel da Sociedade na Redução da Violência no Trânsito”, a associação homenageou personalidades e políticos que contribuíram em suas atividades para a redução de mortes. O presidente da Abeetrans Silvio Médici foi um dos homenageados com a medalha comemorativa dos 10 anos.

Presidente da ONG Trânsito Amigo, o engenheiro Fernando Diniz fez um histórico de sua trajetória desde a trágica morte de seu filho Fabrício, vítima, com duas amigas, de um motorista embriagado em março de 2003. Após participar de ações com outros parentes de vítimas do trânsito, Fernando, sua mulher Luciane, sua filha Fernanda e outros amigos que haviam se engajado na causa fundaram a ONG Trânsito Seguro, que passou a participar ativamente de inúmeras iniciativas, colaborando no processo de fundamentação da Lei 11.705, a Lei Seca, no desenvolvimento da fiscalização no estado do Rio.

Para Médici, que apoiou a Trânsito Amigo desde sua fundação, estes primeiros dez anos de atividade da ONG serviram para mudar o rumo da discussão sobre segurança no trânsito brasileiro. “Antes, discutia-se a violência no trânsito sem humanizar as perdas, sem a dimensão correta da tragédia. Mortos eram números. E isso mudou. A Abeetrans se orgulha da parceria com a Trânsito Amigo”, afirmou Médici.

Presente ao evento, o deputado federal Hugo Leal (PSD/RJ), autor da Lei Seca e presidente da Frente Parlamentar em Defesa do Trânsito Seguro, afirmou que “a sociedade civil já vem tendo um papel fundamental na segurança viária. E terá uma função importantíssima de fiscalização do Executivo com a implantação agora do Plano Nacional de Redução das Mortes e Lesões no Trânsito (Pnatrans) que estabelecerá metas para estados, municípios e União”.

Participaram dos debates do seminário, mediados pelo diretor do SOS Estradas, Rodolfo Rizzotto, o diretor-geral da Polícia Rodoviária Federal, Renato Dias, e o empresário Marcio Liberbaum, presidente do Instituto de Tecnologias para o Trânsito Seguro.

Compareceram ainda ao evento Marcelo Lima, membro do Conselho da Abeetrans, Marcio Norton, ex-diretor da Seguradora Lider DPVAT, Sidney Schmidt, diretor do Instituto de Certificação e de Estudos do Trânsito e Transportes, e integrantes da Operação Lei Seca do Rio de Janeiro.

O evento contou também com a organização de Fernando Pedrosa, militante ativo da causa do trânsito seguro.